Asas
(Luiz de Moraes)

Queria ter longas asas,
Brancas ou coriáceas,
Penas ou pele, não importa...


Se eu as tivesse,
Jamais ficaria longe de ti,
Por tanto tempo...


Bastaria num lampejo,
Me alçar pelo vento,
E pousar em teu desejo...

Longas  e incansáveis asas!
Brilhantes ou opacas,
Ah, se eu as tivesse...


Venceria horizontes,
Numa só direção,
Em busca do teu calor,


Do teu carinho,
Do amor em nosso ninho,
Onde deixei meu coração...