Como te Pressinto
   (Vânia Moreira Diniz)

 Eu te pressinto em todas as horas,
Nos momentos de maior emoção,
Quando meu coração rememora,
O afeto transformado em paixão.

 Eu te pressinto no instante de ternura,
Nas lembranças de todos os devaneios,
Naquele gesto de incontida doçura,
 Em que o espírito se desprende em enleios.

 Eu te pressinto na intensa alegria,
 Nos profundos recolhimentos d'alma,
 E nas crises em que anseio por calma.

 Eu te pressinto na variedade de cada dia,
 Na explosão do desejo oculto e vigoroso,
E na expressão do sentimento carinhoso.