Quero que seja o meu dono, 
mas serei sempre cigana.
Quero ser eterna, mas sem o ser.
Quero que seja para sempre,
mas só até amanhã.

Quero que seja meu abrigo,
mas não feche a porta.
Quero ser tua luz,
em um mundo sem dias,
com apenas noites.

Quero que me possua, mas sem me ter.
Quero gemidos e sussurros de prazer,
mas sem êxtase, é só hoje!
Quero que desfaleça de prazer.

Quero que me faça mais mulher
Quero entregar meu corpo e alma, 
Mas cuidado comigo, meu bem
jamais serei prisioneira desse amor.

(Dama da Noite)