De leve

(Célia Lamounier de Araújo)





Paz... um sonho de muitos homens
que outros poucos consomem
na ambição do poder.

E o povo enfrenta
sempre
efeitos colaterais
de atos inopinados
raramente dosados
mas imperativos.

Os insensíveis
caminham
donos da verdade efêmera
ciscando bijouterias
para engabelar
sofrido povo.

Mas o povo parece
que deseja
continuar assim...
Será???