DUETO -  no meu livro Sirgas e Organsins  

 

AQUI e AGORA

Moacir Chrisóstomo - Ipatinga MG

 

Sou seu animal

Querendo colo

Acarinhado às suas

Mãos macias.

Quero o calor de seu nariz

No meu bafejo

Nem tanto beijos.

 

Mas quando você chega

O corpo mais

E bem mais perto,

Então eu me aqueço

E me desperto

  me sinto GENTE

E vivo

 

Meu coração é pleno e cheio

Já não tem lugar

Este vazio.

                                                              

AQUI e AGORA

Célia Lamounier de Araújo

 

Sou sua fera de unhas

Vermelhas, afiadas

Onça, gata, águia

Minhas mãos

Que dançam quando falo

No dizer de sei lá quem

Vão bafejar arrepio

Deslizando docemente

Sobre seu corpo

Que vem se chegando

Arredio.

 

Vou lhe dar carinho

Quente, devagar

Onça, gata, águia

Minhas mãos

Entreolhando o vazio

Seu coração transbordar

Irão só pouco e pouco

Deslizando ternamente

Em compasso tempo-corpo

Se ganhando

Louco.  

 

música: Zingara