O mar, misterioso e profundo,
estrada do iceberg admirável
que das geleiras se desprende flutuante,
nos traz a vida e a pureza do mundo.

O homem, corajoso e aventureiro,
não sabe o que dizer em tal momento
em busca das verdades e conhecimento
extasiado fotografa do veleiro
a beleza da massa azul e branca
em milhões de toneladas deslizando
iceberg-corpo dentro e sobre as águas
num equilíbrio de mundo que a todos encanta.

O iceberg e o mar, descomunal beleza,
que o homem... pequeno ponto cerebral,
pigmeu entre tantos gigantes da terra,
maneja, reboca, retrata e vence afinal.

(Célia Lamounier de Araújo)

*****