image002.jpg (10030 bytes)

ESTUDOS PARA A HISTÓRIA DE TAMANDUÁ

HOJE  ITAPECERICA

 

por Célia Lamounier Araújo

em 1988/1989

 

                “Da Capitania de São Paulo e das Minas de Ouro, por influência da Guerra dos Emboabas, surgiu em 1720 a Capitania das Minas Gerais. Tantas eram as minas e tão gerais que Minas Gerais ficou sendo”.

(Série Municípios Mineiros – MG - 84 a 87)

 

 

                Aberto o caminho da Picada de Goiás em 1736, logo nasceu o povoado que se transformou em 20.11.1789 na vila e Município de São Bento do Tamanduá, com uma área de pelo menos 16 mil km² distribuída por 34 distritos de ordenanças:

LEGENDA DO MAPA

 

1 – Bom Jesus de Matosinhos do Arraial Velho – Parque Industrial

2 – Matriz e Rosário – 1744 – sede Itapecerica

3 – Pouso Alegre – Pouso Alegre, povoado

4 – São José do Partidário – Partidário, povoado

5 – N. Sra. do Desterro – Marilândia

6 – Curral – São Sebastião do Oeste

7 – Serra Negra – São Sebastião do Oeste

8 – Santo Antônio do Campo das Hortas – dist. de Divinópolis

8a - +Espírito Santo do Itapecerica – Henrique Galvão, Divinópolis

9 – Sr. Bom Jesus da Pedra do Indaiá – Pedra do Indaiá

10 – Alto S. A. Monte – Santo Antônio do Monte

11 – Diamante Abaixo – Santo Antônio do Monte

12 – Pantano – Lagoa da Prata

13 – Porto Real de São Julião – Arcos

13a - +São Simão - Japaraíba

14 – Rio de São Francisco Abaixo – N. Sra. da Abadia – Iguatama

15 – N. Sra. de Nazaré dos Esteios – Esteios, distrito de Luz

16 – Sra. da Luz do Aterrado ou da Confusão – Luz

17 – Boas Vistas do Bambuí – Bambuí

18 – Santana do Bambuí – Bambuí

19 – São Roque da Serra da Canastra – São Roque de Minas

20 – N. Sra. do Livramento do Piui – Piui

20a - +Perobas - Doresópolis

21 – Santo Antônio do Capetinga – Dist. de Santo Hilário, Pimenta

22 – São Vicente Ferrer da Formiga – Formiga

22a - +N. Sra. do Carmo dos Pains – Pains

23 – N. Sra. da Ajuda do Rio Grande – Cristais

24 – Córrego do cavalo – Candeias

25 – N. Sra. das Candeias de Bom Jesus de Matosinhos – Candeias

26 – Sete Lagoas – Candeias

26a - +N. Sra. das Dores do Camacho – Camacho

27 – São Lázaro do Miranda - ???

28 – Boa Vista – Eermida da Mata da Sra. do Carmo – Carmo da Mata

29 – São Francisco de Paula – São Francisco de Paula

30 – Jacaré – Distrito de Porto dos Mendes - ???

31 – Mato do Jacaré de Tamanduá – Santana do Jacaré

32 – Bom Jesus de Matosinhos do Jacaré – Cana Verde

33 – Sr. Bom Jesus do Campo Belo e Sra. da Conceição – Campo Belo

34 – Água Limpa – Santo Antônio da Água Limpa – Aguanil


ALGUMAS ANOTAÇÕES SOBRE CADA DISTRITO, HOJE CIDADES:

 

* Bom Jesus de Matosinhos do Arraial Velho

Comandante Antônio Afonso Lamounier

 

* Matriz e Rosário – comandante José Paes de Miranda

Juízes: Domingos Rodrigues Gondim e Cel. João Pinto Caldeira

 

* Pouso Alegre – pousada no caminho da Picada de Goiás

 

* N. Sra. do Desterro 1754 – igreja construída 1775 por doação do fazendeiro Manoel Carvalho da Silva, distrito de Marilândia em 1847.

 

* Lamounier – distrito em 1953

 

* Neolândia – distrito em 1962

 

* Camacho – Índios Cataguazes atacados por Felix Jaques no Taubaté, recuaram para o Tamanduá; povoado criado em 1885, distrito em 1923, cidade em 30.12.1962 com área desmembrada de Itapecerica, 227 km².

 

* São Sebastião do Oeste – Antiga Fazenda do Curral de Honorato Pena, capela de São Sebastião do Curral, distrito em 1853, três povoados: Serra Negra, Três Barras e Tira Chapéu; desmembrada de Itapecerica pela Lei 2764 de 30.12.1962 é cidade com 387 km².

 

* Pedra do Indaiá – Em 1708 os paulistas perseguidos roubaram uma imagem de Jesus Crucificado e a esconderam num monte, ali iniciando uma povoação, capela em 1771, distrito em 1852, cidade pela Lei 2764 de 30.12.1962 com 324 km², área desmembrada de Itapecerica.

 

* Divinópolis – O distrito de Santo Antônio do Campo das Hortas, povoado em 1760, distrito em 1887, foi desmembrado de Itapecerica para Divinópolis pela Lei 843 de 07.09.1923. Quanto ao distrito de Espírito Santo do Itapecerica que pertencia em 1715 a Pitangui, foi desmembrado para Tamanduá em meados do século XIX, possivelmente em 1839 ou 1887. A região foi habitada pelos índios Candidés, povoado em 1760, igreja em 1767, freguesia em 1839 demembrada de Pitangui; povoado de Henrique Galvão criado em 1890, desmembrado de Itapecerica em 30.11.1911 pela Lei 556, cidade de Henrique Galvão em 01.06.1912 modificado o nome para Divinópolis pela Lei 590 de 03.09.1912, vila para cidade em 18.09.1915; área de 716 km².

 

* Santo Antônio do Monte – povoado de escravos fugidos em 1700 no Ribeirão Diamante, vila em 1859, cidade em 16.11.1875 com área de 1.101 km² desmembrada de Tamanduá.

 

* Lagoa da Prata – desmembrada de Tamanduá junto a área de Santo Antônio do Monte em 1875 ou teria sido em 1839 para Formiga?

 

* Arcos – Área desmembrada de Tamanduá para Formiga em 1839, desmembrada para Arcos, capela de N. Sra. do Rosário em 1829, grandes reservas de calcário e vestígios do período pré-histórico, distrito em 1842 pela Lei 239, cidade em 17.12.1938 com área de 507 km² desmembrada de Formiga.

 

* Japaraíba – Área desmembrada de Tamanduá para Formiga em 1839, desmembrada para Arcos em 1938; povoado de São Simão surgiu por volta de 1820, distrito em 1953 e cidade pela Lei 2764 de 30.12.1962, área de 184 km² desmembrada de Arcos.

 

* Iguatama – Capela de N. Sra. da Abadia do Porto de São Miguel, construída pelos moradores do porto em 1829, no distrito chamado Rio de São Francisco Abaixo, termo da Vila de Tamanduá, área desmembrada para Formiga em 1839.

 

* Luz – Dois distritos de Tamanduá fazem parte do território de Luz; capela em 1780 por Pires e Camargos, arraial do Aterrado em 1805, em 1822 abaixo assinado contra falta de assistência do Tamanduá, área desmembrada de Tamanduá em 1839 junto a Formiga, Bambuí e outras, paróquia do Aterrado ou Confusão em 1856, cidade em 07.09.1923 com 1.185 km² desmembrada de Dores do Indaiá; o distrito de N. Sra. do Nazaré dos Esteios, desmebrado de Tamanduá em 1839 conserva o nome de Esteios e é distrito de Luz.

 

* Bambuí – Capela em 1768, Vila em 22.09.1881 pela Lei 2785 com área desmembrada de Formiga e Piuí, foi antes desmembrada de Tamanduá para Formiga em 1839; cidade com 1.407 km² em 10.07.1886.

 

* São Roque de Minas – Capela em 1754 construída por Manoel Marques de Carvalho; era habitada pelos índios Cataguazes, dizimados por Castanho Taques em 1675; formaram-se quilombos; distrito pela Lei 239 em 1842; Cabrestos Grandes nome de braço do Rio São Francisco; em 1802 a capela passa para a freguesia de Bambuí mas volta em 1825 para Piuí; área desmembrada de Tamanduá em 1839; Vila pela Lei 148 de 17.12.1938 desmembrada de Piuí com o nome de Guia Lopes; em 62 muda para São Roque de Minas com 2.002 km².

 

* Piuí – povoação iniciada por Manoel Marques de Carvalho em 1707 ou Batista Maciel em 1731? Em 1736 a região foi cortada pelo caminho Picada de Goiás mas a estrada foi abandonada por causa dos quilombos que se formaram; destruídos por Vicente Costa Chaves em 1743; arraial em 1752 e capela construída por Manoel Marques de Carvalho em 1754; freguesia em 1813, área desmembrada de Tamanduá em 1839 para Formiga; distrito havia sido criado em 26.01.1803 e vila em 01.04.1841 desmembrada de Formiga; cidade pela Lei 1510 em 20.07.1868 com 892 km².

 

* Pimenta – O distrito de Santo Antônio do Capetinga do Tamanduá é hoje distrito de Santo Hilário em Pimenta; primeiras casas datam de 1790; área desmembrada de Tamanduá em 1839 para Formiga; pertenceu também a Piuí, Bambuí e Pains; cidade em 1948 p/Lei 336 desmembrada de Pains c/ 375 km².

 

* Formiga – Sesmaria 1768; povoação no ribeirão da Formiga em 1776, índios formiga que comiam tanajuras; distrito de Tamanduá em 1768; capela em 1780 a 1787; pela Lei 134 de 16.03.1839 desmembrou-se de Tamanduá levando junto enorme área com vários distritos (tem hoje 1.404 km²) cidade em 06.06.1858 pela Lei 880.

 

* Pains – Manuel Gonçalves de Melo construiu a capela em 1854; distrito em 1859; cidade em 31.12.1943 pela Lei 1058 desmembrada de Formiga levou o distrito de Pimenta; tem hoje 404 km².

 

* Cristais – Índios Cataguazes perseguidos por Castanho Taques povoaram a região; Romão Fagundes construiu a capela em 1800; distrito em 1880; área desmembrada de Tamanduá em 1881 para Campo Belo; cidade em 27.12.1948 com 447 km².

 

* Candeias – Formada por 3 distritos de Tamanduá; N. Sra. das Candeias em 1771, Sete Lagoas povoada em 1754; descoberta a faisqueira de Piuí a região se povoou incentivada pelos comandantes e sesmeiros que desejavam acabar com quilombos; curato em 1832, distrito em 08.04.1836 pela Lei 50; desmembrada de Tamanduá para Campo Belo em 1876; cidade em 17.12.1938, pela Lei 148 desmembrada e Campo Belo, 693 km².

 

* Carmo da Mata – Boa Vista ou Mata da Boa Vista em 1753 com ermida construída por Inácio Afonso Bragança em 1754, distrito em 1842; área desmembrada de Tamanduá e de Oliveira para formação da cidade em 17.12.1938, tem 357 km².

 

* São Francisco de Paula – Capela em 1766 de São Francisco de Paula do Itapecerica, distrito de Tamanduá desmembrado para Oliveira em 12.03.1846 pela Lei 288; chamou-se Jacareguai em 1923, cidade de Wenceslau Brás em 30.12.1962, voltou ao nome primitivo em 1964, tem área de 309 km².

 

* Santana do Jacaré – Pouso de tropeiros na Picada de Goiás, capela de Santa Ana em 1750, área desmembrada de Tamanduá em 1802 para São José d’El Rey, pertenceu a Oliveira, Campo Belo; cidade em 12.12.1953, tem 97 km².

 

* Cana Verde – Primeira sesmaria em 1729, Lavras do Funil; Diogo Bueno e outros em 1753, curato em 1832 e distrito em 1858; área desmembrada de Tamanduá em 1802 para São José d’El Rey, pertenceu também a Campo Belo e Perdões; cidade em 20.12.1962, tem 145 km².

 

* Campo Belo – Distrito em 1818, sua história está ligada a muitas outras de Tamanduá; vila em 1848 teve a Lei 373 revogada em 1850 e somente em 13.06.1876 pela Lei 2221 tornou-se vila, desmembrada de Tamanduá com vários outros distritos, instalação solene em 28.09.1878.

 

* Aguanil – Bandeira de Castanho Taques em 1676 “desembaraçou” as terras do Oeste liquidando com os Cataguazes; área desmembrada de Tamanduá em 1876 para Campo Belo? Distrito de Campo Belo em 1948, cidade em 1962 desmembrada de Campo Belo, tem 167 km².

 

* Itapecerica – A colonização do Tamanduá deve-se a quatro fatores essenciais: os emboabas vencidos que se embrenharam nos sertões, a abertura do caminho da Picada de Goiás, os quilombos e a descoberta do ouro. O povoado surgiu em 1739, São José d’El Rey dele tomou posse em 1744, freguesia em 15.02.1757 com 7 capelas filiais; três conflitos: a cobiça do Padre Toledo 1782 e a vitória do Padre Gaspar 1783; as terras do Espírito Santo do Itapecerica e a questão dos limites com Pitangui; a vitória dos legalistas no Campo do Caju. Vila e município em 20.11.1789 com 34 distritos, instalação solene em 18.01.1790, termo da Comarca do Rio das Mortes; termo da Comarca do Rio Grande em 1839; cidade de Tamanduá em 04.10.1862, Lei 1148 e cidade de Itapecerica em 19.10.1882, Lei 2995. Décimo município e vila de Minas Gerais.

 

* Oliveira – Ao ser criada a vila de Tamanduá preferiram os habitantes ficar pertencendo a São José d’El Rey por 25 votos contra 6 votos (p. 100 APM – 1897, nº 1), sesmaria em 1754, Cia. Regimento de Pamplona em 1798, vila em 1839 desmembrada de São José.

 

* Cláudio – O escravo Cláudio descobriu uma imagem que sumia e aparecia e todos foram ver o Ribeirão do Cláudio; capela de N. Sra. do Cláudio; área desmembrada em 1911 de Oliveira e parte do distrito de Marilândia.

 

* Estrada de ferro – O ramal Itapecerica/Formiga, construção contratada em 1889, teve seu plano modificado. Os dormentes fixados no leito ainda existem até hoje e muitos foram os pedidos para transformar a estrada em rodovia. Interessante que Leopoldo Corrêa cita em seu livro, falando sobre a estrada de ferro de Formiga, que São Miguel e Porto Real são hoje as cidades de Calciolândia e Iguatama. Na Memória Estatística de Tamanduá encontramos “Porto Real de São Julião e Águas do Rio São Miguel”. José Gomide Borges do Institituto Hist. Geog. MG afirma em carta que São Julião é Arcos, no que concordamos e assim, situamos Iguatama como sendo o distrito antigo de Tamanduá “Rio de São Francisco Abaixo” capela construída pelos moradores do Porto de São Miguel, que pode perfeitamente ter dado origem a Calciolândia e Iguatama. Nada conseguimos descobrir ainda sobre São Lázaro de Miranda.

 

Com tempo e pesquisa, nossas dúvidas e possíveis enganos serão corrigidos.

Célia Lamounier de Araújo - 1989

 

* * *

 

 

“A alma, enfurecida e desencantada, fala com trsiteza... a criação, o trabalho?”

(Alma de uma cidade, Paulo A. Gomes)

 

 

As razões existem e a alma deve falar sempre: para os seus e para os que ainda não tem uma. (CLA)

 


BRINCANDO COM NÚMEROS

 

                Itapecerica, hoje tão pequenina e silenciosa, foi um importante núcleo de povoação na época colonial. Transformada em município abrangia vasto território e 34 distritos. Em números, como seria?

                20.11.1789 – Tamanduá com quantos km de área?

 

* Em 1802 perde para São José o distrito de Santana do Jacaré (97 km²) e o distrito de Cana Verde (145 km²);

 

* Em 1839 perde para Formiga vários distritos, hoje cidades de: Formiga – 1.404 km², Iguatama – 600 km², Arcos – 507 km², Piuí – 892 km², Japaraíba – 184 km², Doresópolis – 156 km², Bambuí – 1.407 km², Pimenta – 375 km², Luz – 1.185 km², Pains – 404 km², São Roque – 2.002 km². A área desmembrada para Formiga compreendia todas estas cidades.

 

* Recebe de Pitangui em 1839 ou 1887 o distrito do Espírito Santo do Itapecerica.

 

* Em 1875 perde Santo Antônio do Monte com 1.101 km² e junto vai Lagoa da Prata com 300 km².

 

* Em 1876 perde Campo Belo com 500 km² e junto os distritos de Candeias com 693 km² e Cristais com 447 km², este em 1881.

Aguanil teria sido desmembrado quando? Tem 167 km².

 

* Jacaré e São Lázaro nada descobri – km ???

 

* Em 1911 perde Esp. Santo do Itapecerica com o nome de Henrique Galvão, hoje Divinópolis c/716 km², o distrito de S. A. Campo das Hortas em 1923. Perde também parte da área de Marilândia em 1911 para Cláudio.

 

* Em 1938 perde Carmo da Mata com 357 km² desmembrada de Itapecerica e Oliveira.

 

* Em 1962 são desmembradas as áreas para Camacho – 227 km², São Sebastião do Oeste – 387 km² e Pedra do Indaiá – 327 km².

 

* Itapecerica tem 1.042 km².

 

RESPOSTA: feitas as contas podemos afirmar que Tamanduá tinha mais de 16 mil km² de área. CLA. 1989.