D a n ç a r                        

Célia Lamounier

 

O corpo quer dançar

a música envolvente

relaxa, gira e anda

se entrega suavemente.

 

Nos braços de alguém

desliga o pensamento

roda só leve e fundo

o mundo é muito lento.

 

O som se faz silêncio

o corpo sublimou

voraz a dança vence

o peso acabou.

 

Pés a dançar... não fala

segue o som livre, acalma,

se entrega ao infinito

sinta voar – és alma!